Mensaje mundialista (Antes de la final)

julio 12, 2014

Muitos brasileiros estão a favor de um time que cravou sete gols contra eles. É incompreensível. (Muchos brasileros van a hinchar por un equipo que les clavó 7 goles. Es incomprensible).

Deberían aprender de los ejemplos del propio Neymar y de Paulo Coelho.

Pese a la hermosa rivalidad futbolística, yo quería que Brasil le gane a Alemania. No me gustó ver sufrir a gente que aprecio y a una ciudad en la que fui excelentemente tratado como lo es Belo Horizonte. Con los alemanes no tengo nada en común, y creo que nunca lo tendré.

A veces es bueno y es necesario que sepamos separar las cosas. El fútbol podrá enfrentarnos momentáneamente, pero muchas más situaciones nos unen. Todo mi repudio a los comportamientos violentos y exacerbados (de los dos lados).

¡Vamos Argentina!

One Response to “Mensaje mundialista (Antes de la final)”


  1. Copio los comentarios que dejaron en mi cuenta de Facebook acerca de este pequeño escrito. Me parecen muy valiosos…

    Nicolás Buira: nada más acertado que tus palabras querido primo.

    Oscar Torres: Muy bueno, es justo lo que pienso. También tengo amigos brasileños de una calidad humana invalorable. Creo que la verdadera rivalidad y dignidad deportiva, no es cantar contra un pueblo hermano, sino alentar al equipo propio. Vale para ambos lados. Vamos argentina.

    Bernardo Sanches: Meu amigo, como vai?
    A verdade é que, não sei exatamente por que, nem como se fez criar uma “rivalidade” exacerbada entre os dois países.
    Parte da imprensa esportiva no Brasil trabalha dessa maneira deplorável. E, infelizmente, vejo o Diário Olé tentando fomentar o mesmo por aí.
    Ademais, como se diz o ditado por aqui, a alegria do vizinho é também irritante.
    Por outro lado, vejo compreensível a torcida pela Alemanha pelas atitudes extremamente simpáticas dos ogadores alemães para com o Povo brasileiro desde o início da copa.

    Bernardo Sanches: http://veja.abril.com.br/…/lukas-podolski-o-mais…

    http://sportv.globo.com/…/schweinsteiger-lamenta-placar…

    http://www.foxsports.com.br/…/162321-ozil-tenta…

    Estanislao Torres Del Santo: Assim é meu amigo. A imprensa aqui está falando que os brasileiros são nossos inimigos. Ruggeri, o ex jogador campeão do mundo dizendo que odeia até os trbalhadores dos aeroportos que controlam sua bagagem… Enfim, concordo com que a maneira de comunicar é deplorável.

    Estanislao Torres Del Santo: Y seguimos dando manija. Tinelli, Ruggeri, Gustavo López (dijo que jamás visitará de nuevo Brasil). Famosos brasileros twitteando que odian a la Argentina. Lo de los “torcedores” de Flamengo, adorando a Alemania porque compartieron colores justamente el día del 7 a 1…

    Rodrigo Dellatorre: Algumas coisas são explicadas…sempre houve a rivalidade, as duas vezes que fui à argentina nem fui mal tratado por causa disso, mas algumas coisas acirram isso..olhe esse link e um post de um amigo que foi a mais de 10 jogos na copa, em várias cidades:

    http://www.ricaperrone.com.br/nos-eles-todo-o-resto/

    Rodrigo Dellatorre: “Eu fui em varios jogos da Copa, convivi com torcedores do mundo inteiro, na grande maioria das vezes de forma pacífica, educada e bem humorada. Mas nesse fim de semana, aqui no Rio, vi a torcida mais arrogante da Copa. Os argentinos são abusados. Muito!! Chegam no Rio, Maracanã e acham que estão em Buenos Aires. Insultam os brasileiros e provocam todo o tempo, como se estivessem no quintal de casa. Sao sem educacao, roubam, furam fila, nojentos!! Encheram o saco o jogo inteiro, mas na hora que os brasileiros responderam a altura apelaram e partiram pra violência. Tudo isso dentro do Brasil, dentro do Maracanã. Por favor né? Aí não…já vão tarde…”

    Estanislao Torres Del Santo: É lamentável Rodrigo Dellatorre. Somente não concordo com a última parte do artigo. Alguns brasileiros também são assim. Provocadores, abusados… O importante é que você, eu, e tantos outros argentinos e brasileiros, gostamos e muito de nossos hermanos. Desfrutamos da rivalidade e com certeza, sabemos separar as coisas.

    Rodrigo Dellatorre: sim sim…o erro acontece das duas partes…eu concordo q os brasileiros provocam tb…e ainda q os argentinos sao corajosos, eu nunca arrumaria confusão no RJ…rsrsrs…mas a parte do racismo acho o pior dos pontos, sendo que a fifa vem batendo nisso em toda europa…mto menos aceitavel entre sul americanos.

    Estanislao Torres Del Santo: O artigo provavelmente descreva muito bem ao típico argentino de Buenos Aires. O portenho. O argentino do resto do pais não se acha o centro do universo.

    Rodrigo Dellatorre: Por essas e por outras que ainda visitarei cordoba….rsrsrs entendo bem o q voce diz, pois vemos a diferença de postura do brasileiro de acordo com o Estado. Vc conheceu provavelmente o melhor povo do Brasil para se lidar..O mineiro, talvez se conhecesse mais gente no RJ não gostaria tanto. (E eu nasci no RJ eihn..rsrs).

    Estanislao Torres Del Santo: Sim, tem que visitar Córdoba. Já é tempo. Gostei muito do jeito de ser do mineiro e do capixaba. Não acho a mesma coisa do curitibano.


Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s

A %d blogueros les gusta esto: